18/05/15

O Professor do Desejo

Postado por Jader Dalmas |


Publicado em 1977, "O professor do desejo" é uma espécie irônica e devastadora de romance de formação. A juventude, os anos na universidade e a descoberta - atribulada e frequentemente tragicômica - da sexualidade do acadêmico judeu David Kepesh são observados por Philip Roth com maestria narrativa e profundo senso cômico.

Narrado com a marca característica dos melhores livros de Philip Roth, tendo a presença obsedante do humor, da sexualidade e da própria literatura como elementos principais do livro, O Professor do desejo é uma sátira sem freios do eterno embate travado entre nossos instintos mais básicos diante dos princípios da civilização e da cultura. 

O professor do desejo é um livro sobre as experiências de um nerd estudante que resolveu se explorar sexualmente com inusitadas aventuras, as quais nem sempre tiveram um final muito feliz para ele e que o levou a reavaliar suas necessidades e melhor escolher seu futuro.

Para quem gosta de livros sobre a história de vida e experiência de pessoas com um determinado foco, que neste caso é o desejo, este é o livro, pois não conta somente uma aventura, mas uma sequência de experiências que montam a história amorosa de vida de um determinado professor.

O que mais me chamou atenção no livro foi o modo que determinadas experiências afetavam o personagem principal, a ponto de ele se consultar com um psicologo para melhor entender sua situação e se desapegar ao passado, uma vez que viver de passado gera depressão.

Em suma, este é um livro focado na evolução e desenvolvimento pessoal de um personagem quanto ao conhecimento de relacionamentos, assim como uma pessoa estuda para se tornar professor, este professor experienciou vivências para assim poder transmitir seu conhecimento a partir deste livro.

12/05/15

Floresta Encantada

Postado por Liliane Cristine |


Floresta Encantada - Neste livro, Johanna Basford convida o leitor a embarcar numa viagem ao coração de uma floresta encantada.

Enquanto colore os desenhos de flores, casas na árvore, animais e objetos mágicos, seu desafio é encontrar os nove símbolos especiais ocultos ao longo destas páginas. Eles destravam o portão do castelo, revelando seus mistérios. 

O que será que ele guarda?

Traga à tona o artista que existe em você e divirta-se em uma jornada através desse universo deslumbrante.

A nova onda agora é pintar! Não é mais novidade e eu estou completamente apaixonada em voltar a pintar. Eu já tinha costume de pintar (depois da infância) pintura de tela em óleo e usar agora o lápis de cor como nova ferramenta de pintura, foi voltar no tempo um tanto esquecido...

A premissa como já foi muito divulgado é  ser um livro antiestresse e explorar uma forma de arte-terapia. Mas, o que mais achei interessante e detalhando uma experiência pessoal, comigo além de relaxar e se divertir pintando, o livro integrou ainda mais minha família. Devido essas novas tecnologias, sabemos o quanto as famílias estão mais separadas, ainda que na mesma casa, mas cada um em seu ambiente, interagindo com o computador, tablets e celulares. Senti que o livro aproximou muito a minha família, como nos tempos antigos em que reunia a família para ver um capítulo inédito de uma novela da globo, por exemplo. Acho que para mim, o mais importante foi ver minha mãe e meu pai pintarem juntos e eu, claro, podendo estar interagindo com eles essa redescoberta.

Em relação ao conteúdo do livro, o mesmo possui diversas ilustrações ocupando páginas inteiras, cuidadosamente planejadas pela autora Johanna Basford, trazendo séries de cenas requintadas, desenhos complexos, extremamente elaborados e detalhados.

Agora vou deixar alguns desenhos pintados por mim, claro que tenho muito que aprender, mas o objetivo não é ser uma exímia pintora e sim compartilhar para inspirar novas pessoas a essa maravilha que é a arte em colorir.

E aí, vamos pintar?





26/03/15

Uma Escolha Imperfeita

Postado por Jader Dalmas |

     Yvonne Carmichael trabalhou duro para conquistar a vida que sempre quis: uma carreira bem-sucedida em genética, uma bela casa, um bom relacionamento com o marido e seus dois filhos adultos. Um dia, porém, ela conhece um estranho na Casa do Parlamento e, num impulso, começa um ardente caso com ele. No início, acha que conseguirá manter a relação separada do resto de sua vida, mas ela não pode controlar o que acontece em seguida. Todos os seus planos cuidadosos se transformam numa escalada de enganos, culminando, por fim, em um inominável ato de violência. Uma escolha imperfeita é tanto um thriller psicológico quanto um exame revelador dos valores pelos quais todos nós vivemos e das escolhas que fazemos.

Uma Escolha Imperfeita é um livro sobre o tramite de uma história julgada em um tribunal, a qual se saberá o veredito apenas nas últimas páginas da leitura. Esta história é baseada em uma família típica do subúrbio de Londres a qual possui algumas peculiaridades quanto ao seu relacionamento afetivo e ao grande grau de estudo que os chefes de família possuem, grau que determinadas pessoas consideram de muito poder para os acontecimentos que o livro relata.

Para quem gosta de suspense mixado com uma história de tribunais contada por um dos espectadores, este é o livro, pois ao final dele descobrimos que quem nos conta a história realmente tenta ser imparcial, mas apenas relata sua visão do todo, deixando o conhecimento do caso limitado a visão que lhe foi ofertada.

O que mais me chamou atenção no livro foram os casos ocorridos por Yvonne Carmichael, que nos deixam pensativos sobre haver algum nicho da sociedade totalmente protegido de determinados acontecimentos, os quais julgamos ocorrer apenas com pessoas sem conhecimento ou desfavorecidas socioeconomicamente.

Em suma, este é um livro sobre um julgamento que nos contam acontecimentos inesperados pelas vítimas, mas que pode acontecer a qualquer um que não se previna adequadamente. Assim vale a pena avaliar se as consequências dos atos valem o risco corrido além dos valores quebrados por estes atos.

12/03/15

Chão de Fábrica

Postado por Liliane Cristine |

Em meio à festa de confraternização de uma indústria gráfica, um jogo de sedução embalado pelo clima de festividade e pelo álcool é o ponto de partida para uma intrincada trama em torno do desaparecimento de uma bela funcionária. Desvendar o desaparecimento da moça fica a cargo dos investigadores Mosca e Pudim, que se deparam com inquietantes e inusitadas descobertas. Mais uma intrigante história em quadrinhos da dupla Paulo Garfunkel e Libero Malavoglia – criadores do já consagrado personagem Vira-Lata que, nesta obra, abrem o segmento de histórias em quadrinhos no catálogo da editora Bússola. Chão de Fábrica configura-se numa história em quadrinhos que trata dos perigos do uso e abuso do álcool, fazendo com que a obra seja direcionada ao público jovem e adulto.

Em um de nossos passeios por São Paulo, levei o livro “Chão de Fábrica” pelo qual eu estava muito curiosa em ler e desfrutar a qualidade de suas ilustrações.

O interessante dos livros dos autores é que os mesmos sempre abordam em seus livros uma temática educacional-informativa e preventiva de inegável interesse social. Em “Chão de Fábrica” os autores destacam os perigos do uso e abuso do álcool em seu meio social.

Um dos principais personagens do livro é alcoólatra, basicamente um sujeito de bom coração que gostaria de parar de beber, ou seja, conhece o seu drama, mas que como uma doença crônica é movido por um desejo incontrolável de consumir bebidas alcoólicas numa quantidade que afeta de maneira relevante não somente a própria saúde, mas também a sua vida profissional e social. O assunto sem dúvida é polêmico e complexo o que torna o livro de gênero policial ainda mais instigante.

O livro tem uma capa resistente e de formato grande, o que eu adoro em livros de quadrinhos. E particularmente achei simplesmente linda a capa destacando uma ilustração com paisagem urbana! Parabéns a Editora Bússola pela qualidade e zelo.

Folheando as páginas, além de observar a sua diagramação impecável, o leitor irá apreciar as suas ilustrações de tons claros e escuros de grafite se deparando com desenhos ricos e traços bem minuciosos, o que pela capa já se pode ter uma ideia do que o leitor irá encontrar no livro…

Em suma, além do fantástico trabalho artístico dos autores o leitor ainda irá encontrar uma história policial, abordando temas polêmicos e interessantes repleto de diálogos mordazes e francos.

Recomendo!

Informações úteis:

Páginas: 104
ISBN: 978-85-62969-24-9 (impressa)
Preço sugerido: R$ 26,90
Formato: 19 x 27 cm

http://www.editorabussola.com.br/

Subscribe